Na história de Brasília, existe uma famosa frase que diz: ‘’viver sem conhecer o passado é viver no escuro’’. E é justamente para preservar a memória e garantir conhecimento para as futuras gerações que os patrimônios devem ser preservados.

Um exemplo disso é Brasília. A capital do nosso país, fundada há 58 anos, guarda lembranças fundamentais para o povo brasileiro. Sentiu curiosidade e quer saber mais sobre a história de Brasília? Continue a leitura!

Idealização da cidade

A idealização de Brasília começou ainda no Brasil Colônia, quando se pretendia levar a capital do país para uma região central, onde houvesse mais dificuldade da ocorrência de ataques pelo mar e menos pressão popular.

Outra ideia que reforçou a escolha da localização da capital foi um sonho do sacerdote católico italiano Dom Bosco, interpretado como o local em que a futura Brasília deveria ser instalada. Em 1891, o projeto ganhou viabilização, quando a determinação da área foi incluída na Constituição da República Brasileira.

Entretanto, a construção aconteceu mais tarde, de 1956 a 1960, já que se exigia uma enorme quantidade de recursos financeiros, materiais e humanos. Para organizar a logística da obra, promoveu-se um concurso visando selecionar os melhores projetos urbanísticos no processo de retirada da cidade do papel.

Dentre as várias propostas apresentadas, a escolhida foi a de Lúcio Costa, que optou pela simplicidade nos traços e um formato lembrando um avião. Assim, Brasília nasceu praticamente como um museu a céu aberto.

Nascimento

Era 21 de abril de 1960 quando surgiu de modo definitivo a capital do Brasil. Sim: falamos da mesma data que marca o dia da morte de Tiradentes, um dos grandes líderes mineiros que lutavam pela independência no século XVIII. Nada disso foi coincidência, mas sim uma maneira de simbolizar os ideais de liberdade e coragem da nação.

Conforme a construção de Brasília acontecia, foi preciso criar pequenos acampamentos em volta do Plano Piloto para abrigar os trabalhadores, oriundos de outras regiões, que construíam a nova cidade.

O primeiro destes acampamentos foi chamado de Cidade Livre, e hoje é o Núcleo Bandeirante. Os outros, mais tarde, tornaram-se as cidades satélites que hoje fazem parte das 31 regiões administrativas integrantes do Distrito Federal.

Segundo os cálculos, a cidade trouxe cerca de 60 mil operários vindos de todo o Brasil, que ficaram conhecidos como ‘’candangos’’. Eles receberam forte pressão para terminar a construção, incluindo dois turnos, cortes de pagamento e retenção de água.

Características de Brasília

Além do projeto urbanístico particular, no contexto econômico Brasília se destaca e apresenta um Produto Interno Bruto (PIB) seis vezes maior que o do Maranhão, por exemplo. Seu Índice de Desenvolvimento Urbano (IDH) também chama atenção pela boa condição de vida apresentada pela população.

O turismo figura como outro grande propulsor da economia da cidade. Muitas pessoas viajam à capital federal por questões políticas e de negócios, mas apreciam também serviços turísticos como a rede hoteleira, os restaurantes e as atividades culturais.

A história de Brasília fez com que a cidade se tornasse um símbolo de modernidade, memória política e integração nacional. Como se não bastasse, há ainda um conjunto arquitetônico reconhecido mundialmente.

E aí, gostou do nosso artigo sobre a história de Brasília? Então aproveite a visita, leia a respeito dos seis pontos turísticos que você não pode perder na cidade e se torne especialista no assunto!